Ordenar por:

Dúvidas mais frequentes

Na hora de escolher o tamanho do guarda-roupa, o primeiro passo é saber qual o espaço disponível para o móvel no seu quarto. Depois, você pode analisar o modelo que melhor se adapta as suas necessidades. Pense no tipo e no número de peças que serão armazenadas no roupeiro e também quantas pessoas irão utilizar o espaço. Assim, você pode decidir entre um guarda-roupas casal, solteiro ou infantil. Já em relação ao número de portas e gavetas, a opção é sua - existem vários modelos com as mais diferentes formas e divisões!

A Colombo tem diversos modelos de guarda-roupa em promoção. Ao aproveitar nossas ofertas e comprar seu roupeiro, você tem à disposição uma equipe de montadores especializada. Nas cidades onde temos lojas físicas, a montagem de móveis é feita gratuitamente. É muita comodidade e satisfação! Dentro de um prazo de até 15 dias, de acordo com a disponibilidade do montador de cada região, você terá seu armário prontinho para guardar as roupas!

Saiba mais lendo a nossa política de montagem de móveis!

Para quem tem pouco espaço no quarto, a cômoda pode ser uma alternativa ao guarda-roupas tradicional. Com gavetas grandes e espaçosas, ela é um móvel multiuso, principalmente por oferecer uma boa divisão e ter a parte de cima similar a um aparador. O guarda-roupa, por ser um móvel maior, permite uma melhor organização, pois as peças podem ficar em prateleiras, gavetas, penduradas em cabides, organizadas em sapateiros e mais - tudo depende do modelo escolhido. Para quem não abre mão do roupeiro, a versão com portas de correr é uma ótima opção, já que elas deslizam para os lados e não ocupam espaço extra ao serem abertas. Nesse caso, o guarda-roupa com espelho também é ótimo, pois causa a impressão de amplitude no cômodo.

Uma dúvida constante antes de comprar um guarda-roupa é em relação material do móvel, pois ele influencia diretamente na durabilidade e resistência. Enquanto o material MDP utiliza partículas de madeira em camadas e suporta mais peso, o MDF aglutina as fibras de madeira em todas as camadas do painel, sendo muito resistente a desgastes e bastante maleável. Os dois materiais são considerados painéis de madeira de média densidade.