Ordenar por:

Dúvidas mais frequentes

Os aquecedores a gás são alimentados, como diz o nome, a gás. Após montado é necessária a instalação do botijão de gás GLP. Este tipo de aquecedor funciona aquecendo o ambiente de forma mais rápida e necessita ser guardado coberto durante o período em que não for utilizado, para evitar danos que podem ocorrer com o acúmulo de poeira.

Já os aquecedores a óleo são alimentados pelo óleo que esquenta e conduz o calor após o eletroportátil ser ligado na tomada. Este tipo de aquecedor é o que resseca menos o ar e incomoda menos quem tem problemas respiratórios. Também é muito silencioso e ótimo para aquecer quartos durante a noite.

Por fim, os aquecedores halógenos elétricos são os mais indicados para aquecer ambientes pequenos e por curtos períodos de tempo. Como este modelo possui lâmpadas que ficam quase expostas, ele aquece o ambiente de forma muito rápida e é ótimo para aquecer o banheiro antes do banho.

O consumo de energia depende da potência do aquecedor, ou seja, um aquecedor mais potente gastará mais energia que um com menos potência. Por isso é importante certificar-se da potência do aquecedor que está adquirindo. Normalmente, os a óleo são os mais potentes e os do tipo irradiador, ou halogênios, são os menos potentes.

  • Não utilize aparelhos com problemas na fiação;
  • Não ligue o aparelho em tomadas com problemas, pois pode causar curto-circuito;
  • Desligue o aquecedor durante o banho, mas o contato com a água, até mesmo respingos, pode danificar o aquecedor;
  • Mantenha o aquecedor fora do alcance de crianças e animais de estimação;
  • Cuide para o aquecedor não tombar.