História do Carnaval: Uma Jornada pela Maior Festa do Brasil
Estilo de Vida

História do Carnaval: Uma Jornada Pelas Raízes dessa Festa Popular

História do Carnaval: Uma Jornada Pelas Raízes dessa Festa Popular

Com a chegada de fevereiro, aproveitar o carnaval vira assunto frequente, decidir fantasias, quais bloquinhos ir, quais desfiles assistir, qual cidade descobrir se tornam pertinentes. A maior festa popular do planeta movimenta muitas pessoas, gera muita economia, atrai muitos turistas e traz clima de felicidade com muita diversão àqueles que participam.

Mas além de ser uma manifestação cultural, o carnaval tem muita história e passou por diversos desafios até se tornar o que ele é hoje. Descubra neste post os fatos que marcam essa data, sua história e dados que talvez você não sabia sobre o Carnaval.

História do Carnaval: Uma Jornada Pelas Raízes dessa Festa Popular

História do Carnaval: Uma Jornada Pelas Raízes dessa Festa Popular

Muitos acreditam que o Carnaval se remete a alguma tradição cristã, mas a festividade como conhecemos no Brasil acabou se transformando em uma mescla com várias outras influências e de diversas partes do mundo.

Em tempos mais antigos, na Babilônia e Mesopotâmia, conseguimos encontrar elementos similares ao que vemos hoje em nosso carnaval de rua, ambas as celebrações é possível encontrar o “caráter de subversão de papéis sociais”, como utilizar roupas/fantasias do gênero oposto ao seu, de políticos, artistas ou de ‘memes’ da internet. 

Já com a influência grega, conseguimos relacionar muitos elementos como orgias e aos prazeres da carne. Esse momento de deliberação ocorria pois os gregos, na Idade Média iriam entrar na semana da quaresma, onde era proibido que houvesse esse tipo de comportamento.

No Brasil, a festa chegou com a colonização portuguesa, onde ficou famosa a prática do ‘’entrudo’’, inicialmente realizada no Rio de Janeiro, também antes da quaresma. Sendo uma brincadeira que regia o Carnaval da época, o entrudo era marcado por zombarias públicas, sendo muito comum jogar alimentos e outras coisas nas pessoas. 

Com o passar do tempo essa brincadeira acabou caindo em desuso pelas classes mais altas da sociedade brasileira da época. Assim, esse público acabou criando festas carnavalescas mais privadas, assim dando origem aos famosos bailes de máscaras e após um tempo, esses bailes acabaram indo para as ruas, então com isso, começou a prática de usar máscaras durante o carnaval. Essas sociedades carnavalescas como eram conhecidas, na época,  começaram a fazer festas itinerantes, indo de um ponto a outro da cidade, passando a desfilar publicamente, como um grande evento. 

Durante o século XX, esses bailes de ruas conseguiram envolvimento e apoio popular e com isso, gerou uma mistura de ritmos a esses bailes, com elementos africanos e portugueses, dando origem a elementos como o samba. O samba e os desfiles das sociedades carnavalescas foram os pilares do carnaval do Brasil, transformando-se na maior festa popular brasileira a partir da década de 1930.

 

Como surgiram as escolas de samba ?

Escolas de Samba

Com a popularidade das sociedades carnavalescas e de outras aglomerações como os ranchos carnavalescos, zé-pereiras e os cordões, juntamente com a popularização do ritmo do samba, a cidade do Rio de Janeiro, ainda em 1930, estas agremiações começaram a desfilar pela cidade, sendo o primeiro desfile oficial foi realizado em 1932, com 19 escolas competindo, sendo a escola Mangueira como campeã. 

Apesar do primeiro desfile competitivo ser realizado em 1932, no ano de 1928, temos a primeira escola de samba fundada, a Escola Deixa Falar, no Rio de Janeiro, dando origem posteriormente à escola de samba Estácio de Sá, que hoje mantém as cores vermelho e branco em suas bandeiras.

E somente a partir do ano de 1935, os desfiles na cidade carioca passaram a receber verba pública para acontecer, e com isso no ano de 1984 é inaugurado o Sambódromo da Marquês de Sapucaí,  em 2 de março do mesmo ano.  Em São Paulo as verbas públicas para o evento começaram somente na década de 1960 e no ano de 1991, com a lei 10.831/90, que definiu um local apropriado para os desfiles da cidade, foi inaugurado o Sambódromo do Anhembi. 

 

Carnaval no Brasil: A Cultural e as Diferenças Regionais

Carnaval

Apesar das escolas de samba e os desfiles nos Sambódromos nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro serem populares e atrair milhões de turistas para estes locais nesta época do ano, a forma com que o Carnaval é aproveitado pelo país é diferente sofre influências regionais, mas com o foco principal que é se divertir e comemorar. Veja como é a comemoração em alguns locais do Brasil.

Região Norte

Na região abraçada pela Floresta Amazônica, o Carnaval é muito animado e cheio de festas incríveis espalhadas pelas capitais dos estados que compõem a região. É possível encontrar um carnaval com muitas referências indígenas, que são muito presentes na região, além de diversos eventos incríveis, como por exemplo o Carnaboi na cidade de Manaus, que abre alas para o Festival de Parintins que ocorre em junho. 

 

Região Nordeste

Com praias e centros históricos incríveis, a região conta com muita festa para aproveitar o carnaval. 

Quem não pensa na Bahia quando se fala em Carnaval não é? A sua capital, Salvador, sendo um dos principais destinos nesta data, é possível encontrar bloquinhos de carnaval, festas privadas, muita alegria e diversão. Com trios elétricos com atrações famosas espalhados pelas capitais da região. Vale destacar o tradicional carnaval da cidade de Olinda, com seus bonecos gigantes que passeiam pela cidade junto com o bloquinho de rua. Com muitos bloquinhos de rua, destaca-se o bloco do Galo da Madrugada, que parte às 5 da manhã de seu ponto de concentração na cidade de Recife. 

 

Região Centro Oeste

Aqui é possível encontrar uma mistura de estilos durante as comemorações de carnaval, com muito sertanejo, samba e axé para animar todos os foliões. A região conta com o famoso Carnaval de Corumbá, com bloquinhos e marchinhas que homenageiam a fauna e a flora da região. A cidade também conta com desfile de suas escolas de samba, que acontecem numa importante avenida da cidade.

 

Região Sudeste.

Além dos seus desfiles de escola de samba, é possível encontrar muita festa e uma infinidade de bloquinhos de rua para se divertir. Destaca-se a cidade de São Paulo, como a cidade com maior quantidade de blocos de rua. No Rio de Janeiro é possível desfrutar do maior carnaval do mundo, com muitos turistas pelas festividades.

 

Região Sul

Talvez a região mais acanhada nesta data, a região sul também conta com bloquinhos de rua para animar as cidades. Na capital do estado do Rio Grande do Sul, as escolas da cidade de Porto Alegre também realizam desfiles com carros alegóricos e muita festa. Em Florianópolis é possível encontrar festas com DJs famosos animando a cidade e as suas praias. Ainda no estado gaúcho você encontra o Carnaval Fora de Época, realizado na cidade de Uruguaiana, normalmente ocorre em março e também contempla muita festa e desfiles das escolas de Samba. 

 

Aproveite o Carnaval com a Lojas Colombo!

Com tantas história sobre essa data incrível, nada melhor do que aproveitar as festas de Carnaval, não é mesmo? Não se esqueça dos cuidados básicos, como se hidratar e passar protetor solar. 

Passe no site da Lojas Colombo ou em nossas lojas espalhadas pelo Brasil e encontre os itens perfeitos para seu Carnaval. Para você que vai para bloquinhos de rua, descubra nossa categoria de Coolers e Caixas Térmicas para deixar suas bebidas geladas. Para você que prefere acompanhar de casa, veja nossa categoria de TV, Áudio e Vídeo, para ter uma experiência incrível no conforto do seu lar ou encontre também nossa linha de piscinas para aproveitar o Carnaval se refrescando e se divertindo.

Carnaval