Muito se fala sobre a prevenção do câncer de mama e a importância do autoexame, mas você sabe qual é o melhor período para realizá-lo? Imprima a tabela que fizemos e veja quais dias são mais propícios para a realização do exame.

Entender e reconhecer as fases do ciclo menstrual pode parecer complicado no início, mas além de servir para conhecer o funcionamento do seu corpo e para se proteger ainda mais de uma gravidez não desejada, identificar os períodos do ciclo te ajuda a realizar o autoexame das mamas com maior eficiência.

Para te ajudar nessa tarefa, fizemos uma tabela de acompanhamento do ciclo menstrual que você pode imprimir e usar durante o ano. Mas primeiro, vamos a algumas explicações:

Os números da tabela se referem aos dias dos meses. Cada mulher tem um ciclo diferente, isso significa que pode ocorrer uma oscilação de 24 a 35 dias para que um ciclo se complete.

A menstruação não tem data certa para ocorrer e geralmente dura de 3 a 7 dias. O que tem data certa é a ovulação: ela ocorre, aproximadamente, no 14º dia após o primeiro dia da menstruação. Por exemplo: se o primeiro dia da sua menstruação caiu em 05 de janeiro, a ovulação provavelmente vai acontecer no dia 18 de janeiro. Mas é importante lembrar que pode haver uma variação de 3 dias antes ou 3 dias depois dessa data. Isso é o que se chama de período fértil. Se você não planeja uma gravidez, é bom redobrar o cuidado durante toda essa fase. No caso do exemplo, o período de alto risco para ocorrência de gravidez seria do dia 15 de janeiro até o dia 21 de janeiro, mas é sempre bom deixar uma margem de segurança de um dia a mais, antes e depois dessas datas.

Essa tabela não é recomendada como método anticonceptivo. Ela apenas te ajuda a conhecer melhor seu corpo e a identificar o melhor período para a realização do autoexame das mamas. Use preservativo em todas as relações sexuais para prevenir gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. Se proteja!

Se você já entrou na menopausa ou não menstrua mais por algum motivo, escolha um dia fixo para a realização do autoexame e faça todo mês. Por exemplo, todo dia 17.

Clique na imagem e faça o download da tabela.

Legendas

x: Período da TPM
M: Menstruação
Ae: Melhor período para realizar o autoexame das mamas
Ds: Fase de desejo sexual
O: Ovulação
Pf: Período fértil
Verde: Período seguro para não engravidar, mas mantenha a cautela
Amarelo: Atenção. Período relativamente seguro para não engravidar
Vermelho: Período de alto risco em que pode ocorrer gravidez

Reconhecendo os sinais

Após identificar a melhor fase para realizar o autoexame, lembre de realizá-lo a cada novo ciclo. Fique atenta aos sinais abaixo e se perceber algum deles ou uma combinação de vários, procure um médico rapidamente.

  • Alteração no tamanho ou no formato da mama;
  • Dor, vermelhidão, inchaço ou calor na pele da mama;
  • Caroço ou nódulo que está sempre presente e que não apresenta diminuição de tamanho;
  • Inchaço, caroço ou nódulo perto ou na região das axilas;
  • Disparidade no tamanho das mamas – uma delas muito maior que a outra;
  • Afundamento de parte da mama;
  • Endurecimento da pele da mama – aspecto de casca de laranja;
  • Coceira frequente na mama ou no mamilo;
  • Feridas ou formação de crostas na pele perto do mamilo;
  • Líquidos saindo dos mamilos – principalmente se tiver presença de sangue;
  • Mamilo que inverte de sentido subitamente;
  • Veia facilmente visível e em crescimento.

O Câncer de Mama é o segundo tipo de câncer que mais afeta mulheres no Brasil e no mundo. A incidência da doença em homens e em mulheres antes dos 35 anos é considerada rara, mas existe. Em mulheres com 35 anos, o risco aumenta progressivamente e de maneira ainda mais acentuada após os 50. Quando descoberto precocemente, tem alta chance de cura. Por isso é importante manter os exames de rotina sempre em dia, assim como a realização da mamografia anual, após os 40 anos.

Em caso de diagnóstico positivo, a lei determina que o tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS) comece em um prazo máximo de 60 dias. Conheça seus direitos.