Com a chegada do inverno, é natural que queiramos ficar em ambientes quentinhos, acolhedores e fechados por muito tempo. Mas será que isso é recomendável para essa época? Veja as dicas que preparamos para você passar pela estação mais fria do ano sem grandes sustos.

Se você adora fechar toda a casa, ligar o ar-condicionado, o aquecedor ou mesmo fazer fogo na lareira ou no fogão a lenha, correr para baixo dos cobertores e passar o dia todo desse jeito, saiba que essa atitude não é aconselhável. Por mais aconchegante que isso possa parecer, também é o cenário perfeito para a proliferação de vírus e a disseminação de gripes e resfriados, além de ser o estopim de crises de alergias como rinites, sinusites, bronquites e asma.

Para você aproveitar o melhor do inverno de forma saudável, a primeira atitude a tomar é manter todos os ambientes limpos e arejados. Isso inclui dar uma geral no roupeiro para lavar as roupas pesadas, como blusões e casacos e também os cobertores, edredons e mantas.


A conservação de um clima ameno nos cômodos da casa é um ponto importante. Evite o aquecimento excessivo, pois a variação brusca da temperatura – de um ambiente para outro ou mesmo no interior e exterior da casa – é um fator determinante para a contração de gripes. Também é importante tomar cuidado com a sobrecarga de energia elétrica nas tomadas, já que nessa época, os aparelhos tendem a ficar ligados por mais tempo.

A baixa umidade do ar, que dificulta a respiração, faz com que a tosse apareça e ainda pode provocar desconfortos na pele e nos olhos é outro ponto importante e que pode ser solucionado de maneira prática através dos climatizadores com função umidificadora, que são uma excelente opção para quem quer manter a umidade em um nível agradável para o sistema respiratório.

Manter uma boa alimentação e beber bastante água é fundamental. Nessa época, o consumo de frutas, legumes e verduras tende a cair enquanto o consumo de chocolates, cremes e farináceos aumenta. Lembre-se de que no inverno, seu corpo trabalha ainda mais para te manter aquecido e que precisa de todos os nutrientes necessários para que execute essas funções sem debilitar suas proteções naturais.

Por fim, preste atenção ao seu banho. A tentação em regular sua ducha na maior temperatura possível pode ser grande, mas não faz bem para a pele, que fica muito ressecada e em alguns casos pode até descamar e sangrar.